Ensaio sobre Carolina

Ensaio sobre Carolina

  • resumo do projeto

Como encarar a convivência das ideias modernas com os fatos não legítimos da escravidão que ainda determina nossa sociabilidade, abrindo a cena como um campo de debate dessas questões?

O livro “Quarto de Despejo – Diário de uma favelada” de Carolina Maria de Jesus (escritora que foi catadora de papel e viveu na favela do Canindé, em São Paulo até o sucesso de seu primeiro livro, tendo escrito diversos outros títulos, sempre denunciando as condições sociais dos negros e negras no Brasil) pareceu um bom ponto de partida para trazer à cena tal questão. Não era possível simplesmente figurar Carolina. O que nos tocava ali e se fazia urgente era a escuta de um argumento. E foi assim que se configurou a ideia de um ensaio: uma tentativa de aproximação e apropriação daquela fala que posta em movimento desenhava o gesto próprio de uma luta. Tratou-se de não recuar diante da imagem, mas atravessá-la – nesse caso, permitir que o ator e a atriz a apresentasse enquanto um argumento, no campo possível de uma sociabilidade imaginada.

A urbanidade de Carolina, cravada no coração de uma cidade em transformação, como a São Paulo do final dos anos 50 e início dos 60, do século 20, nos devolve para o nosso tempo presente, como se reclamasse um corpo que a fizesse emergir, como se nos acenasse desde então, apelando por uma escuta. Com isso, vamos nos reencontrando, (nos) escolhendo, herdeiros de histórias, dores e risos. Orixás e asfalto traçam caminhos. Essa cena se quer, portanto, uma interrogação e um depoimento sobre os vestígios de vida na cidade.

Com “Ensaio Sobre Carolina” o grupo aprofundou a ironia como discurso e a missão como ofício. A inserção econômica e social do negro era o assunto no qual este aparecia como figura consciente e com força para lutar por seus direitos, apesar de se encontrar em situação de exclusão. O espetáculo estreou em São Paulo em 2007, com o apoio do Programa de Ação Cultutal da Secretaria de Cultura do Estado de São Paulo e fez temporadas também em 2008, 2009 e 2010, na capital, no interior do Estado e no Rio de Janeiro, tendo apresentado ainda no Rio Grande do Sul. O espetáculo está sendo retomado pela Cia em 2017, em comemoração aos 10 anos de criação do primeiro espetáculo autoral d’Os Crespos.

  • release do espetáculo 

Ensaio Sobre Carolina é um discurso-canto-narrativa, Inspirado no livro “Quarto de Despejo” da escritora Carolina Maria de Jesus. Atores e espectadores formam um campo público, misturados, sentados em cadeiras velhas, cheias de histórias, como as do barraco de Carolina. A luz “caseira” ilumina a proximidade entre atores e plateia, e no entre corpos emerge a interrogação sobre os vestígios dos dias de vida dos “marginalizados” na cidade, através do olhar e da fala de uma catadora de papel sobre sua realidade e convívio na sociedade brasileira. Da fome à popularidade instantânea, o talento e a sobrevivência das “carolinas” do Brasil: seus sonhos, Seus amores e sua luta.

  • Ficha técnica

Direção: José Fernando de Azevedo
Atores: Joyce Barbosa, Lucelia Sergio, Sidney Santiago
Atores Criadores: Joyce Barbosa, Lucelia Sergio, Maria Gal, Mawusi Tulani, Sidney Santiago e Tayrone Porto
Musico: Giovani Di Ganzá
Criação musical: Giovani Di Ganzá e Os Crespos
Cenografia e figurino: Renato Boleli e Os Crespos
Luz: Denílson Marques e José Fernando de Azevedo
Texto – adaptação e criação: Os Crespos e José Fernando de Azevedo